ganhar independência financeira

fernando brasil XM 2oqcbpIQ unsplash

SOFTWARE – FORMAÇÃO – INVESTIMENTO

Eu souEm uma missão para ganhar independência financeira e estou compartilhando tudo o que aprendi ao longo do caminho. Desde dicas de orçamento e economia até investir e fazer renda extra, estou compartilhando tudo aqui. Venha comigo na minha jornada para a liberdade financeira!

Teste e opinião sobre os softwares mais úteis da web

Descubra o software mais louco que lhe poupará tempo e energia ao vencer a concorrência.

No posts

Fotos de pessoas com dinheiro

Impostos no Brasil

Imposto de renda e outros impostos

Brasil – Finanças

Impôts au Brésil

O sistema tributário no Brasil é bastante complexo. Os impostos são cobrados a nível estadual, distrital e municipal.

Este sistema leva a impostos muito diferentes, e é aconselhável consultar um especialista se você é novo no Brasil. Para os estrangeiros, o imposto de renda é baseado no status de residência. Os estrangeiros residentes no Brasil com visto permanente(Visto Permanente) ou temporário e autorização de trabalho(Visto Permanente) estão sujeitos ao imposto de renda(IRPF – Imposto de Renda de Pessoa Física) sem restrições. Isto significa que seu salário, não importa em que lugar do mundo seja auferido, é tributável no Brasil. O período de avaliação começa no dia da chegada no Brasil e termina com o dia declarado de partida. Todos os outros estrangeiros estão sujeitos ao imposto de renda, desde que a renda em questão seja auferida no Brasil.

Cálculo do imposto de renda e deduções fiscais

Desde 2009, o cálculo do imposto de renda é baseado em uma taxa de imposto de cinco níveis: 0%, 7,5%, 15%, 22,5% e 27,5%. O salário mínimo anual tributável está atualmente em torno de R$16.000. Qualquer salário abaixo deste teto não é, portanto, tributável. No Brasil, os não-residentes (aqueles sem visto permanente/temporário e autorização de trabalho) são tributados em 15% sobre qualquer salário auferido no Brasil. o IRPF pode ser calculado no site do Ministério da Fazenda, que é a instituição responsável pelos impostos no Brasil. Deduções fiscais são possíveis, mas somente em certos casos, tais como despesas com educação, despesas para hospitais e profissionais médicos, contribuições para fundos de pensão privados, pensão alimentícia e despesas relacionadas à renda de trabalho autônomo na indústria de informática.

Declarações fiscais

Todas as pessoas com domicílio fiscal e sujeitas a tributação ilimitada devem apresentar uma declaração de impostos brasileira. O prazo para apresentação da declaração é o último dia útil do mês de abril para o ano fiscal anterior. Este prazo não é questionável em nenhuma circunstância. Um ano fiscal é igual a um ano civil. As declarações de impostos são frequentemente arquivadas on-line no site do Ministério da Fazenda. Também é possível apresentar umadeclaração de Ajuste Anual (Declaração de Ajuste Anual) nos correios locais, pela qual você terá que pagar. Entretanto, a declaração pela Internet é muito mais conveniente: é muito fácil de preencher, permite fazer cálculos on-line e obter os documentos necessários. Não é possível apresentar uma declaração conjunta de impostos. Se seu cônjuge não ganhar um salário, ele deve ser listado como dependente do retorno. Em todos os outros casos, cada cônjuge deve apresentar um retorno separado.

Outros impostos

A taxa de IVA no Brasil (ICMS) é geralmente fixada em 18%, mas aplicam-se taxas específicas a certos produtos (25% para produtos de luxo e 7% para produtos alimentícios). Alguns produtos são completamente livres de impostos, tais como frutas e vegetais, livros e jornais. Todo proprietário de um veículo deve pagar um imposto sobre veículos motorizados (IPVA). Este imposto deve ser pago em parcelas à taxa de imposto atual, dependendo do valor do veículo. O proprietário recebe uma carta do Departamento de Transporte e tem que pagar a quantia especificada ao banco local. A fatura deve ser guardada no carro e serve como prova de que o IPVA anual foi pago.